Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Som do Rock

Ao Som da boa música desde 2010

Som do Rock

Ao Som da boa música desde 2010

HeadBangers Rádio Online

A Zeno.FM Station

INFINITAS lançam novo tema "RUDRA"

28.02.19 | PABT

Morte devido a uma overdose de rapé!
No novo e divertido videoclipe Rudra, do INFINITAS, exatamente isso acontece com a atriz principal!

A INFINITAS classificou a posição 19. nos charts suíços de 2018 por duas semanas. Agora os aspirantes suíços do FOLK HEAVY METAL estão contando com um clipe de estilo medieval o que acontece quando você leva as coisas em excesso.

Além disso, você nunca deve ir longe demais com um flerte animado, porque pode levar rapidamente a uma luta … tudo isso e muito mais pode ser visto no novo vídeo "Rudra"
 
Vídeo Oficial Oficial para 'Rudra'

A coisa toda foi filmada na Suíça no Muotathal, lar da banda, com muito estilo e atmosfera no porão de uma antiga fazenda.

Envolvidos foram 40 participantes de toda a Suíça, de 6 cantões:
SZ, LU, AG, ZH, BE, BL
• 2 associações medievais (Torgus Caturix & Alvitur Balti)
• 2 atores principais
• 5 músicos
• mais extras
• uma equipe de produção completa (câmera, corte, maquiagem, catering, decoração)

Direção: Piri Betschart, baterista do INFINITAS
Corte e câmera: Michael Klauser (Blue Yeti Studios)
Maquiagem e penteado: Andrea Betschart
Figurinos: Ivo Tschümperlin
Atores principais: Petra no Maur-Agostini & Klemens Niklaus Trenkle
 
INFINITAS • 2019
Banda:
Andrea Böll • Vocais, Percussão
Selv Martone • Guitarra, Instrumentos Virtuais
Tinu Telli • Baixo
Irina Melnikova • Violino, Vocal de Background
Pirmin Betschart • Bateria, Vozes, Percussão, Clarinette
A banda comenta:
"Nós Muotathalers somos conectados pela tradição do snuff, nós compartilhamos a 'étnica', por assim dizer. Hoje em dia, é uma tendência na juventude para rapé. Em uma 'medida' terrestre que não é absolutamente nenhum problema. Mas todos deveriam agir de forma auto-ajustável. "

O lema »Testar tudo, mas na medida certa« tem um significado profundo para a formação, como se diz.

E o INFINITAS anuncia o seguinte:
"Isso pode ser visto em todas as situações da vida - emprego, relacionamento, atitude política, opiniões pessoais, opiniões e muito, muito mais - somente quando você testou alguma coisa, você pode julgar corretamente."
 
Discografia:
2015 autodestruição (EP)
2017 Civitas Interitus (Completo)
2018 Skylla (EP)

FEEDBACK DOS MEDIA:
► Skylla • Single ◄

4,3 / 5
"O melhor deste lançamento é que certamente agradaria a todos os fãs do Folk Metal, mas também poderia se tornar um fantástico" ponto de entrada "para pessoas que realmente apreciam outras formas de Metal, do Thrash ao clássico Heavy!"
(Folk N 'Metal)

9/10
"INFINITAS é uma banda inovadora que combina perfeitamente música folclórica com elementos de Heavy e Thrash Metal … seus álbuns têm uma ótima qualidade musical!"
(European Folk Metal)

4/5
"… Se o INFINITAS continuar nesse caminho, tenho certeza que o próximo full-length será uma bomba do Folk Metal! Espero impaciente …"
(All Around Metal)

7/10
"… Muito agradável tanto pelo excelente trabalho de equipa como pela poderosa performance do cantor Andrea Böll … seduzido pelo refrão cativante da faixa-título, aproxima-se do som da banda de Muotathal."
(Mister Folk)

7/10
"O conceito medieval, que distinguiu as peças que compõem o trabalho de estreia, é acentuado neste single … o Thrash melódico e folclórico do grupo é retirado do componente puramente Metal para deixar atmosferas semi-acústicas sonhadoras … nos trazer de volta ao mundo de fadas onde Infinitas encontrar sua musa no maravilhoso cantor Andrea Böll ".
(MetalEyes IYE)

"… A palavra certa para a faixa título 'Skylla' é deliciosa. O ritmo, a voz do cantor Andrea Böll, violinos adicionais e tudo em 'Skylla' é perfeito."
(Metal Addicts)

"O INFINITAS demonstra como a criatividade tem que ser com o single 'Skylla'. Se você sempre gostou do aspecto folk entre o Thrash Metal, você ficará ainda mais à sua custa aqui …"
(Metal Factory)

"Com seu primeiro single, INFINITAS mostra que eles podem convencer sem riffs duros … um HAMMER EP! Produzido de forma variada e limpa."
(BlattTurbo)

"Para mim, uma das bandas mais legais do dia … músicos competentes, cantores com belas vozes, instrumentação inteligente e uma grande capacidade de escrever músicas com uma pegada quase pop, mas sem esquecer o peso necessário para uma banda de Heavy Metal … é simplesmente delicioso ".
(Whiplash)

INFERNAL BIZARRE in interview / EN

28.02.19 | PABT

Born in Poland the INFERNAL BIZZARE is a thrash / death metal band. Their story begins in 2012 in the city of Łowicz a little later in 2015 release their first EP titled "Proemteusz."

Now at the end of 2018, they released their first full length "Medium", which shows a clear evolution throughout the band's musical line, presents a more mature and careful sound.

Hello

Thanks foryour time to make this short interview. We’ve heard your album and we are excitedabout asking few questions about it and the band.

SB: To make the band better known to the Portuguese public, let's start with its origin, how did the idea of ​​forming the band come about?

Who wouldremember 😉 Our oldest member was 20 years oldback then, and he’s the only one that survived in the band since it wasstarted. One story says the idea came after some metal party. The other says itcame out naturally from the creativity and passion to music. The truth is probablysomewhere in the middle..

SB: Are you all from the same city? How did you start playing together?

We are allfrom the same city in Poland and this is how we started to play together. Someof us know the other since young times and some of us were smoking firstcigarette together. Before we meet in Infernal Bizarre most of us were in otherbands, not only metal, but also rock and jazz. Due to different transformations,life decisions which made people come and go, our current setup is a team of enthusiasticand hard-working people bringing the band levels up.

SB: Going back to your origins was it always this kind of sound you had in mind?

Yes, thatwas the tone that band had in mind for Medium album. The studio guy didn’t haveeasy life with us, and it took some time before we found the proper settings.We like how Medium sounds, that’s the Infernal Bizarre sound.

SB: How was your name invented? Is there some story behind it?

F***inggood story.. The name came from VHS cassette Porn movie from late 1990ties. Bythe way, we would really like to watch it, so if some of you have it inarchives, please let us know!!! Anyway it sounded like the perfect name for theband.

PHOTO: DKF LABORATORIUM

SB: Which bands will most influence your thrash / death metal sound?

MostlyDeath, Pestilence, Entombed, Kreator but also many other from different genres- these are the “Bizarre” parts. As we declare on our Bandcamp page our pathhas not been written and we constantly create new sounds.

SB: It is couple of years between the release of the EP "Proemteusz" in 2012 and now the album "Medium" in 2018 . Was the break intentional or what was happening during these years?

It did happendue to members fluctuation and personal matters. Medium is a collection ofsongs written and performed for some time now. This is summary of the bestInfernal Bizarre over these years. We sponsored the recording and productionourselves, and we keep full rights to it and we are independent. It takes sometime to collect the money needed to record, produce and release a new album. Wedon’t put much on the promotion either, it’s mostly social networking, gigs andinterviews like this. Now new chapter is open, as we focus on completely newmaterial.

SB: In Poland and at European level how is the reaction of your fans to this recent work? Have you felt a good acceptance?

We’ve gotgood responses in Poland and Europe so far, that for sure motivates the work onthe new material even more and gives the feeling of job well done.

SB: What was it like when you first heard your work ready and finished for the public?

Veryexciting as it is to see the effect of a long and hard work. And it is not onlyabout the music, but also the cover, inside book with photos and lyrics includingthe English the translation. You can now touch it physically, play in your carwhen driving highway.. be careful though. the speed goes high since the firsttrack.

SB: As a band, what do you expect this "Medium" album to bring you in 2019?

Entry tometal festivals in homeland and gigs abroad.

SB: Can this year's 2019 live shows unravel some dates?

We’veplayed two gigs in Poland already this year, we plan for few more gigs butdates are not set in stone yet. The only known date is August 31 as we organizean “Infernal Night” Fest in Lowicz - our city. It will be 6th edition of theevent.

SB: Can we expect veils in Portugal one day? In your own concert or in a Metal Fest?

We arelooking forward to it 😊

SB: The interview was short and simple, but the Som Brutal team wants to thank you for your availability. Do you want to leave a message to our readers?

Sure!Support the bands you do like. Go to a gig and follow the fan page. This meansa lot and gives energy for the band. It’s fun to play anyway, but the realpleasure is to play a gig and see the energy and community of the people.

Infernal Bizarre em Entrevista / PT

27.02.19 | PABT

Oriundos da Polónia os INFERNAL BIZZARE são uma banda de thrash/death metal. A sua história começa em 2012 na cidade de Łowicz um pouco depois em 2015 lançam o seu primeiro EP intitulado “Proemteusz”.

Agora no fim de 2018 lançaram o seu primeiro longa duração intitulado “Medium”, que apresenta uma clara evolução em toda a linha musical da banda, apresenta um som mais maduro e cuidado.

Olá
Obrigado pelo seu tempo para fazer esta pequena entrevista. Nós ouvimos o seu álbum e estamos animados em fazer algumas perguntas sobre ele e sobre a banda.


SB: Para tornar a banda mais conhecida do público português, vamos começar pela sua origem, como surgiu a ideia de formar a banda?
Quem se lembrara? O nosso membro mais velho tinha 20 anos naquela época, e ele é o único que sobreviveu na banda desde que foi iniciada. Uma história diz que a ideia surgiu depois de uma festa de metal. Outra diz que saiu naturalmente da criatividade e paixão pela música. A verdade é provavelmente em algum lugar no meio está a verdade ..


SB: Vocês são todos da mesma cidade? Como vocês começaram a tocar juntos?
Somos todos da mesma cidade da Polônia e foi assim que começamos a tocar juntos. Alguns de nós conhecem os outros desde os tempos mais jovens e alguns de nós fumaram juntos o primeiro cigarro. Antes de nos encontrarmos no Infernal Bizarre a maioria de nós estava em outras bandas, não apenas metal, mas também rock e jazz. Devido a diferentes transformações, decisões de vida que fizeram as pessoas entrarem e saírem, nossa configuração atual é uma equipe de pessoas entusiastas e trabalhadoras que elevam os níveis de banda.


SB: Voltando às suas origens foi sempre esse tipo de som que você tinha em mente?
Sim, esse era o tom que a banda tinha em mente para o álbum "Medium". O pessoal do estúdio não teve a vida fácil connosco, e levou algum tempo até encontrarmos as configurações adequadas. Nós gostamos de como o "Medium" soa, esse é o som Infernal Bizarre.


SB: Como foi seu nome inventado? Existe alguma história por trás disso?
F *** ing uma boa história sim .. O nome veio do filme pornô com o mesmo nome havia numa cassete VHS no final dos anos 90. A propósito, gostaríamos muito de assisti-lo, então, se alguns de vocês tiverem nos vossos arquivos, por favor, nos avise !!! De qualquer forma, soou como o nome perfeito para a banda.

DKF LABORATORIUM


SB: Quais bandas influenciaram mais o vosso som thrash / death metal?
Principalmente Death, Pestilence, Entombed, Kreator, mas também muitos outros de diferentes gêneros - estas são as partes “Bizarres”. Conforme declaramos em nossa página do Bandcamp, nosso caminho não foi escrito e constantemente criamos novos sons.


SB: Existe um par de anos entre o lançamento do EP "Proemteusz" em 2012 e agora o álbum "Medium" em 2018. A ruptura foi intencional ou o que estava acontecer durante esses anos?
Isso aconteceu devido à flutuação dos membros e assuntos pessoais. "Medium" é uma coleção de músicas escritas e executadas há algum tempo. Este é o resumo do melhor Infernal Bizarre ao longo destes anos. Nós patrocinamos a gravação e a produção, e mantemos todos os direitos e somos independentes. Leva algum tempo para coletar o dinheiro necessário para gravar, produzir e lançar um novo álbum. Também não colocamos muito na promoção, são principalmente redes sociais, espectáculos e entrevistas como essa. Agora, o novo capítulo está aberto, enquanto nos concentramos em material completamente novo.


SB: Na Polónia e a nível europeu, como é a reação de seus fãs a este trabalho recente? Você já sentiu uma boa aceitação?
Temos boas respostas na Polônia e na Europa até agora, o que com certeza motiva ainda mais o trabalho no novo material e dá a sensação de trabalho bem feito.


SB: Como foi quando você ouviu seu trabalho pronto e pronto para o público?
Muito emocionante, pois é para ver o efeito de um trabalho longo e difícil. E não é apenas sobre a música, mas também a capa, dentro de um livro com fotos e letras incluindo o inglês da tradução. Agora você pode tocá-lo fisicamente, ouvir seu carro ao conduzir na via rápida .. tenha cuidado embora. a velocidade aumenta desde a primeira faixa.


SB: Como banda, o que você espera que esse álbum "Medium" traga para você em 2019?
Entrada para festivais de metal na Polônia e Fest´s no exterior.


SB: Os shows ao vivo de 2019 deste ano podem revelar algumas datas?
Já tocamos em dois espectáculos na Polônia este ano, planeamos mais alguns espectáculos, mas as datas ainda não estão definidas. A única data conhecida é 31 de Agosto, pois organizamos uma festa “Noite Infernal” em Lowicz - nossa cidade. Será a 6ª edição do evento.


SB: Podemos esperar véus em Portugal um dia? Em seu próprio espectáculo ou em um Metal Fest?
Estamos ansiosos para isso 😊


SB: A entrevista foi curta e simples, mas a equipa do Som Brutal quer agradecer a sua disponibilidade. Você quer deixar uma mensagem para nossos leitores?
Certo! Apoie as bandas que você gosta. Vá para um evento e siga a fan page. Isso significa muito e dá energia para a banda. É divertido tocar de qualquer maneira, mas o verdadeiro prazer é fazer um espectáculo e ver a energia e a comunidade das pessoas.












Os lisboetas The Chapter anunciaram Tiago Oliveira como novo vocalista

26.02.19 | PABT

Os lisboetas The Chapter anunciaram Tiago Oliveira como novo vocalista. 

A banda comenta:«É com grande entusiasmo que damos as boas vindas ao Tiago Oliveira. A escolha surgiu de forma natural e desde o primeiro ensaio que o ambiente tem sido extramente positivo. Já contamos com duas atuações ao vivo com o Tiago e mais virão ainda este ano. Fiquem atentos para mais novidades!» 

Na ligação seguinte poderão visualizar um vídeo onde os The Chapter tocam "Librarian (Sorrow in Extinction)" ao vivo no Crossover Studio. O tema é retirado do trabalho mais recente da banda, "Angels & Demons", editado em 2017.

Trio de Swallow The Sun apresenta uma nova banda Hedonihil.

25.02.19 | PABT

Hedonihil é um produto anti-poético do death metal fundado por Juuso Raatikainen (Andorinha do Sol) e acompanhado por Mikko Kotamäki (Engole o Sol, Kuolemanlaakso) e Juho Räihä (Engole o Sol, Gloria Morti, Hallatar). O objetivo de Hedonihil é ser um insulto direto e sonoro à existência, sem remorso. Pegue ou deixe, apenas vibrações negativas ".

A banda lançou o primeiro single 'The Hedonist Anthem', que é retirado do próximo álbum 'I', que será lançado em 12 de abril de 2019 pela Inverse Records.

Ouça:


Spotify: https://spoti.fi/2tykSDP
Deezer: https://www.deezer.com/us/album/87409942
Maré: https://listen.tidal.com/album/104121175
Apple Music: https://apple.co/2V97BNJ
Amazon: https://amzn.to/2GDpXDo
 
 CD PRE-ORDER: https://bit.ly/2tvn5zP









Track List
01. Otherworldly Embrace
02. Run You Scum
03. The Hedonist Anthem
04. Temple of Venus
05. Anti-Human Agenda
06. The Whole Human Species Systematically Murdered
07. Better Tomorrow
08. Pessimism is the New Realism
09. You Hate Me and I Hate You (GG Allin cover) 
 

Album cover by: Jasu Rossi & Juuso Raatikainen. Hedonihil logo by Jenni Kiiski. Skeleton illustration by Jussi Pohjanen. 


Line-Up:
Juuso Raatikainen (Swallow the Sun)
Mikko Kotamäki (Swallow the Sun, Kuolemanlaakso)
Juho Räihä (Swallow the Sun, Gloria Morti, Hallatar)
 
Links:
https://www.facebook.com/hedonihil
https://spoti.fi/2GBSbhU 

















SOBER TRUTH lançam novo álbum "Psychosis" hoje 23 de fevereiro de 2019.

23.02.19 | PABT

SOBER TRUTH
Metal progressivo

Curso intensivo de autocontrole, Experimental. Variável. Unconventional: Alguns atributos que descrevem perfeitamente o som de SOBER TRUTH. O som desta banda é bastante singular, uma quebra da maioria das convenções musicais.

Desde o início, em 2007, pessoas de mente pequena e ouvidos rígidos têm lutado contra o som estridente da formação PROGRESSIVE GROOVE METAL.

No novo álbum buster "Psychosis", o vocalista e guitarrista Torsten Schramm, o guitarrista Aaron Vogelsberg, o baixista Jules RoCkwell e o baterista Sam Baw vão tão grandiosos como nunca.

FAIXAS:

  1. Solidão (04:03)
  2. Akardos (04:12)
  3. Vale das Trevas (04:14)
  4. Ode à realidade (01:06)
  5. Riven (05:11)
  6. Horizonte (04:48)
  7. Utopia (04:05)
  8. Sóbrio (Reorganizado) (03.22)
  9. Dying Dreams (01:22)
  10. Psicose (06:24)
  11. Colapso Desconectado (04:27)

total: 42:58 min.

O trabalho mais maduro do quarteto até o momento apresenta uma explosão verdadeiramente eruptiva da moderna música de Metal que leva seus ouvintes a um outro mundo.

A combinação de sons ricos melancólicos, riffs de guitarra energeticamente ressonantes, bateria e linhas de baixo podem animar os fãs de Rock / Metal Progressivo, Groove Metal e Thrash Metal.

SOBER TRUTH• 2019
Banda:
Torsten Schramm • Vocais e Guitarra
Aaron Vogelsberg • Guitarra
Jules RoCkwell • Baixo
Sam Baw • Bateria

Os riffs de guitarra hard e groovy em "Psychosis" são uma base poderosa para trazer os refrões de condução e os vocais muito versáteis junto com gritos ásperos.

Blastbeats, tappings, peças limpas, a paleta 2019 é bastante ampla. Mas a diversidade direcionada com precisão nas faixas também inclui tambores empolgantes tocados de forma muito variada.
 
Abridor Track 'Solitude'

Liricamente, SOBER TRUTH se preocupou tanto com "Psychosis" para competir com um conceito contemporâneo. (Markus Eck)

A banda comentou sobre: ​​"O que vemos no ser humano que está diante de nós, ele nos mostra sua verdade ou uma máscara? A tristeza interna muda-o imperceptivelmente, cruelmente, rasgando-o e deixando sua psique. Todo mundo conhece o sentimento de impotência primeiro tímido, depois com a força inundando nossa consciência, imparável e sem piedade. A onda se esvai, deixando para trás um corpo nu e trêmulo, o pior ainda está por vir: medo … "

Mais: "Com títulos como 'Akardos' (Heartless), 'Solitude' e especialmente a faixa título 'Psychosis', entramos num universo pessoal de pesar, solidão, dúvida que muitas pessoas conhecem. Com 'Psychosis' desperta talvez uma verdade que nós reprimimos … mas também esperança, poder e confiança. "SOBER TRUTH nos leva em um passeio de montanha-russa mental que permite que a última pista seja lançada congenialmente. Estamos mudando todos os dias, todas as nossas vidas. O novo álbum começa onde começamos para reprimir. "Psicose" olha para a nossa psique cicatrizada e conta a nossa história. "
 
Feedback dos media:

10/10
"… 'Psychosis' o sucessor do grande 'Locust Lunatic Asylum' … definitivamente um passo à frente … uma obra de arte geral …"
(MetalZone)

9/10
"Com este álbum, SOBER TRUTH é excelente em todos os aspectos … os antigos fãs encontrarão imediatamente o acesso a 'Psychosis' … uma obra musical."
(Metal United Bonn/Rhein-Sieg)

9/10
"… Cheio de surpresas … extremamente limpo produzido … grooving muito bem e já pode inspirar na primeira audição … extremamente refrescante e jovem Metal, que não conhece limites e que irradia uma grande quantidade de energia … esta só pode ser feito por uma banda underground que adora produzir música legal e não se importa com mais nada … "
(Time For Metal)

"SOBER TRUTH entrega um excelente álbum com 'Psychosis', que é recomendado com certeza!"
(Dutch Metal Maniac)

Discografia:

2008 Riven (Full-length)
2009 Outta Hell (Full-length)
2011 Outta Hell (Full-length • Special Edition)
2014 New Slavery World (EP)
2017 Locust ▽ Lunatic Asylum (Full-length)
2019 Psychosis (Full-length)















LAANG o Black Metal atmosférico de Taiwan

20.02.19 | PABT

A banda taiwanesa de Black Metal Laang 冷 (Keelung City) lança seu álbum de estréia, Hǎiyáng 海洋, na Talheim Records. Laang 冷 é um projeto de black metal de um homem liderado por 杨涛海 (Yáng Tāohǎi). A música e as letras são inspiradas por visões de uma vida após a morte horrível durante uma experiência de quase morte, quando Tāohǎi foi baleado.

O álbum combina melodias depressivas, instrumentals de condução, vocais torturados e instrumentação tradicional de Erhu. O álbum foi lançado digitalmente no dia 10 de fevereiro de 2019 e será lançado no formato digipak na Talheim Records em junho de 2019.

Bandcamp: https://laang.bandcamp.com/
Spotify: https://open.spotify.com/artist/3GOMPmE3jnaoh74rgsTTlI?si=I2LvbeQQSiGI9vhQY24EOw
Facebook: https://www.facebook.com/LaangOfficial

A banda Inglêsa KULL de Barbarian Metal , apresenta o novo álbum "Exile"

20.02.19 | PABT

Os membros do DYSCAPHIA e do poderoso BAL-SAGOTH lançaram o primeiro teaser do Exile, o álbum de estréia da banda que será lançado pela Black Lion Records em abril de 2019 e foi originalmente planejado como o sétimo full-length de Bal-Sagoth.
 
Nascido à sombra das sombrias colinas de Yorkshire, o KULL está construindo a tradição musical já estabelecida pelo guitarrista de Bal-Sagoth, Chris Maudling. "Exile" foi realizado e gravado no Wayland's Forge Studios.

Facebook: https://www.facebook.com/Kullmetal/

Temple of the Stars lançará o primeiro álbum em maio

19.02.19 | PABT

Imagem promocional: Rasmus Tåg
 
Temple of the Stars é a nova banda de Tobias Tåg que é um multi-instrumentista e compositor de Korsholm, localizado na costa oeste da Finlândia.
 
Esta música é sonoramente noturna e melódica, com muitos elementos folclóricos apresentados dentro de um contexto de rock atmosférico. É uma mistura de folk, rock, prog e metal que vai agradar a um público amplo. As músicas são cativantes, mas também têm uma sensação de mística.


O álbum Nightspirit foi escrito e gravado por Tobias Tåg e Co-Produced and Managed por Mathias Lillmåns (vocalista da Finntroll e Magenta Harvest). As letras do álbum foram escritas por Thomas Finholm e as faixas do baixo foram colocadas por Niklas Norrgrann. O álbum foi mixado por André Alvinzi e masterizado por Tony Lindgren no Fascination Street Studio em Örebro, Suécia.
 
Os comentários de Tobias Tåg:
"Nightspirit é o nome do single e do álbum. O objetivo era fazer uma música com uma atmosfera mística e mágica, mas ainda assim cativante e com uma ótima melodia. A música conta sobre uma criatura que é uma imitação da natureza e da floresta. .
 
Eu escrevi Nightspirit em colaboração com Thomas Finholm. Há histórias sobre espíritos da natureza poderosos em muitas mitologias. Nós nos inspiramos nisso. Desde que eu tenho tocado música irlandesa e celta por algum tempo, escolhi tocar a melodia da introdução em um Tinwhistle. Isso deu à música uma vibração "folclórica" ​​e mágica.
 
Eva Lingon / Tage Rönnqvist e Rasmus Tåg) filmaram e produziram o vídeo da Nightspirit.
O conceito e o estilo do vídeo foi a ideia de Tage e Rasmus. O vídeo foi filmado em seu estúdio, mas contém material filmado da parte norte da Noruega. Eu sinto e espero que tenhamos a sensação certa e que a música e a imagem se misturem. "
   

O álbum Nightspirit é lançado em 10 de maio de 2019 pela Inverse Records.

Pré-salve o álbum no Spotify: https://bit.ly/2Gy0476
Pre-order.CD: https://bit.ly/2GAS9pM
 
Ouça o single do Nightspirit:
Youtube: https://youtu.be/A3KOnGcU9uM
Spotify: https://spoti.fi/2GI0pUE
Deezer: https://www.deezer.com/us/album/85726372
Música da Apple: https://apple.co/2Gnpsxf
Maré: https://listen.tidal.com/album/103136359
Napster: https://fi.napster.com/artist/temple-of-the-stars/album/nightspirit
Amazon: https://amzn.to/2GG2hgJ
 
 
 
 
Lista de faixas de álbuns:

  1. Nightspirit
  2. Campos do Tempo
  3. No céu da floresta
  4. Névoa da Manhã
  5. Correntes do Destino
  6. Ciclos
  7. Idades
  8. Terras do Velho
     
     

     
    Banda:
    Tobias Tåg: Vocais e todos os instrumentos, exceto o baixo.
    Niklas Norrgrann: Baixo
     
    Links:
    https://www.facebook.com/pg/templeofthestarsband
    https://www.instagram.com/templeofthestarsband
    https://twitter.com/templeofthesta1
    https://spoti.fi/2SMpwwi



































Brasileiros REATTOR lança primeiro EP.

18.02.19 | PABT

A banda Reattor lançou nas plataformas digitais seu primeiro E.P homônimo, com 5 faixas, que contêm um Thrash Metal furioso, que com certeza vai deixar os fãs dos anos 80 e 90 do estilo completamente satisfeitos, pois trata-se de um material em alto nível, muito bem tocado e com todas as características que o estilo pede.

O E.P foi gravado no Toca do Chico Preto Stúdio, sob produção da própria banda, juntamente com o produtor Víctor Próspero, que também foi o responsável pela gravação do baixo neste lançamento.

O single já está disponível para streaming e vendas digitais nas seguintes plataformas: Spotify, Itunes, Deezer, Google Play e OneRPM.

Links para o single:

Spotify: open.spotify.com/album/1SWYc11RB3c7x58wq7H7cj

Deezer: www.deezer.com/br/artist/58086932

Itunes: https://itunes.apple.com/us/artist/reattor

Google Play : https://play.google.com/store/music/artist/Reattor?id=Awr3zi3tc4naypwmtz2txq4h72q

ONErpm: www.onerpm.com/al/2218957572

O disco também se encontra em formato físico e foi lançado em conjuntos com 4 selos Brasileiros, além da própria banda: Black Legion Productions (RJ), Under Machine (SC), Headcrusher Produções (BA) e Fronteira Produções, de Paulo Afonso (BA).

Links para compra:

Reattorwww.facebook.com/reattorband

Black Legion Productionswww.facebook.com/BlackLegionProd

Under Machinewww.facebook.com/RaptureRecords.br

Headcrusher Produçõeswww.facebook.com/carlosalberto.headcrusherproducoes

Fronteira Produçõeswww.facebook.com/afronteiraprod

Para a divulgação desse lançamento a banda disponibilizou um lyric video para a faixa “Trincheira”. O Lyric foi feito pela videomaker Analia Cristina, que soube passar para o vídeo fortes imagens de guerras e destruição, que casaram perfeitamente com a letra e seu conteúdo musical forte, que passa para o ouvinte a realidade caótica e brutal de uma guerra de trincheiras, com riffs marcantes, aliados a todo clima hostil de um cenário de guerra. A música deixa sua mensagem de forma direta e objetiva.V

Acompanhe a banda Reattor em:

www.facebook.com/reattorband

www.instagram.com/reattorband

Assessoria de Imprensa:

www.facebook.com/blacklegionprod
www.blacklegionprod.com 

Apoios Som do Rock

Pág. 1/2