Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Som do Rock

Ao Som da boa música desde 2010

Som do Rock

Ao Som da boa música desde 2010

HeadBangers Rádio Online

A Zeno.FM Station

NANDO ROSE em Entrevista

28.01.19 | PABT

Nando quero agradecer atua disponibilidade para dar esta pequena entrevista ao Som Brutal

SB: Vamos começar pelo principio, podescontar como nasceu a tua ligação á música?

NR: Havia uns vizinhos quetinham guitarras e costumávamos nos juntar na escada do prédio a tocar. Comoeles já estavam mais avançados acabei por comprar um baixo e dei o meu primeiroconcerto com uma banda de Punk chamada Cramp aos 14 anos. Desde essa altura quese tornou a minha maior paixão.

SB: Antes de te seguires uma carreira a soloestiveste envolvido em outros projetos musicais queres contar um pouco comofoi?

NR: Tive várias bandasentre o Punk e o Thrash-Metal, ainda continuo a tocar com Autopsya banda queformei em 2006.

SB: És de Lisboa mas foste para Liverpool,isso significou uma grande mudança na tua música ou foi esse o motivo principalpara a mudares de lugar?

NR: Na realidade esse foio motivo principal, queria ter novas experiências, sair do meu conforto paraescrever coisas diferentes. Queria também melhorar o meu inglês para assimmelhorar as minhas letras.

SB: Como vês a partir de Inglaterra a músicaem Portugal?

NR: Continuo a acompanhara cena portuguesa, e de quando em vez vou aí para tocar tanto com Autopsya comoa solo. Acho que melhorou , os espaços tem mais condições para as bandas ,acredito que muito pelo crescimento das bandas de tributo que me parecemimportantes para as casas se manterem monetariamente. No entanto aqui há muitomais espaços com música ao vivo e valorizam mais os músicos.

 SB:Fala-nos agora sobre este teu trabalho a solo, como foi compor/gravar/editar.

NR: Tinha um plano a longoprazo e acabou por me levar uns 5 anos para estar pronto. Propus-me a fazertudo sozinho ,desde músicas, letras , gravar , produzir, Videoclipe etc... Aúnica coisa que não gravei foi a bateria que foi gravada pelo meu amigo ebaterista de Autopsya Tiago Matias.

SB: Todo o teu esforço está a ir de encontroás tuas expetativas? Está a ser recompensante?

 NR : Até agora está a superar as expectativas,não tinha muito conhecimento na cena musical aqui e sabia que ia ser difícilentrar no meio. Mas tenho tido muitos elogios e convites para entrevistas ,concertos etc... Ficam curiosos por não ser daqui e por soar diferente do quese faz por aqui.

 SB:Concertos ao vivo, já tens algumas marcações que possas divulgar?

NR: Tenho algumas datasaqui e estou a negociar uma pequena tour em Portugal provavelmente para aindaantes do verão.

SB: O teu trabalho está a ter uma boarecetividade junto da comunidade do Rock, sentes esse apoio ao teu trabalho?

NR: Os apoiantes desonoridades mais pesadas tem se mostrado muito receptivos ao meu novo trabalho.Tinha esse receio , de ser julgado por compor algo mais calmo, mas pelocontrário. As pessoas que me conhecem através de Autopsya tem sido as que maisme apoiam partilhando todos os meus posts online e assim ajudando a divulgar aminha nova música.

SB: O futuro da tua carreira passa porpermaneceres em Inglaterra ou pretendes um dia regressar de vez a Portugal?

NR: Acredito que passa porInglaterra embora continue a regressar à Portugal ou outros países para tocarsempre que os convites o justifiquem.

SB: Nando nesta ultima pergunta da nossacurta entrevista queres deixar alguma mensagem aos que te segue e apoiam e aosque agora te começam a conhecer?

NR: Para acabar queriadizer a minha música está em todas as plataformas digitais e para me seguiremnas redes sociais de forma a poderem acompanhar o que estou a fazer.

Muito obrigado, Nando Rose

Apoios Som do Rock